PAINTBUS – COMBO DE DESENHOS DE ÔNIBUS

Venho observando que a maior parte das visitas chega ao site em busca de desenhos, então decidi que darei maior enfase aos desenhos, porém preciso que os visitantes deixem comentários, somente com eles poderia decidir o que publicar.

Hoje sexta-feira deixo alguns desenhos antigos, porém desenhos de primeira qualidade, abaixo Mercedes-Benz monobloco 0-303, Tas Choapa, CMA Flecha Azul, Viação Cometa, Caio Alpha, Viação Santa Brígida, Thamco Scorpion TH 3250 USS, antigo sistema bairro a bairro de São Paulo, Thamco Scorpion TH 3250 USS, Penha São Miguel, Thamco Padron Águia articulado, Transurb e para finalizar Marcopolo Torino Gv, Agulhas Negras.ImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagem

GILLIG – Trólebus

Acho os ônibus fabricados nos Estados Unidos muito feios, os mais modernos não chegam aos pés dos fabricados aqui no Brasil. Porém eu não discuto que eles são bem mais avançados tecnologicamente que os nossos malditos dianteiros.

Uma das fábricas que tem por lá é a Gillig, a empresa existe desde o começo do século passado, produziu ônibus escolares, fez uma parceria com a Neoplan mas não deu certo e teve sua consolidação no mercado a partir de 1980 com a produção do ônibus urbano de passageiros chamado PHANTOM.

O modelo foi até 2009 e teve várias versões, destacando as versões hibridas.

Em Seattle a empresa vendeu unidades que foram convertidas em trólebus, utilizando os equipamentos de tração dos veículos antigos(quase um reencarroçamento, ex: trólebus Torino GV de São Paulo) que foram modernizados pela Alstom. 

ImagemImagemImagem

A empresa atualmente produz o modelo BRT que é presente em diversas cidades americanas.

Imagem

LUGAR DE CAPITÃO É NA CANBINE

Sempre fui contra capitão de navio ficar fazendo firulas com os passageiros, principalmente aquela palhaçada de jantar.

O Comandante Cretino, ops Schettino ainda vai ser lembrado por muito tempo, a merda que ele fez virou ponto turístico na Itália.

Imagem

 (CBS News) Já se passaram duzentos e vinte e nove dias desde que o navio de cruzeiro Costa Concordia atingiu uma rocha e tombou próximo Giglio, Itália.

O navio de cruzeiro ainda permanece no mesmo lugar desde 13 de janeiro – semi-submerso, ao lado da costa da Toscana.

O Costa Concordia tem sido notavelmente estável até o momento. Um amontoado de cadeiras ainda podem ser vistos empilhados nas piscinas vazias.

Agora o trabalho de resgate é muito complexo para voltar a flutuar o navio. A equipe de salvamento vai ter que construir uma plataforma para suportar todo o navio, e depois usar guindastes para aliviar sua posição vertical, e, finalmente, bomba de ar em recipientes de aço maciço soldados para cada lado.

Se os projetos dos engenheiros estiverem certos, os destroços vão voltar a flutuar.